A uma semana atrás vi um aviso fixado na agência dos Correios aqui da minha cidade que à partir de 1° de Abril todas as encomendas só seriam despachadas com os números de CPF ou CNPJ do remetente e destinatário.

Achei um certo exagero, pois nossos dados pessoais ficam expostos nas declarações de conteúdo ou notas fiscais de forma que qualquer golpista consegue visualizar. Claro que o endereço eles já possuem com facilidade.

No site dos Correios não há qualquer menção à obrigatoriedade. Inclusive há a indicação que se o número de documento for informado, poderá efetuar o rastreio por ele, segue:

“Para a consulta via CPF, é necessário que o remetente informe o seu CPF e/ou o CPF do destinatário no momento da postagem do objeto em uma agência dos Correios. Após a postagem, a qualquer momento, o destinatário ou o remetente podem acessar a página de rastreamento no site dos Correios www.correios.com.br, informar o seu CPF e inserir login e senha cadastrados no portal.

serviço locker dos correios
Serviço Locker dos Correios

Recentemente vi no site “TecnoBlog” o mesmo problema, eles entraram em contato com os Correios e eles emitiram uma nota, transcrevo abaixo:

Os Correios esclarecem que tem oferecido aos clientes uma conveniência, totalmente opcional, de identificação do CPF/CNPJ do remetente e destinatário no envio dos objetos. Tal medida visa aprimorar as postagens de encomendas nacionais e melhorar a experiência dos clientes, que terão acesso facilitado a diferentes serviços, tais como: rastreamento de objetos em lote, cadastrados em CPF; uso de armários inteligentes (locker), face à praticidade para retirada de encomendas.

Se nossos dados pessoais fossem guardados da forma correta eu não veria problemas em fornecer os números, mas basta uma busca simples que encontramos informações completas sendo comercializadas, agora mais uma possibilidade com os Correios.

Espero que seja uma brincadeira de 1° de abril.