Algumas questões chegam por email, chat e até pessoalmente, mas o que deixa o pessoal mais confuso é a diferença entre câmeras de ré com sensor CCD e CMOS, mas qual o melhor?

Estamos falando de câmera de ré e este assunto não servirá se a sua intenção é câmera fotográfica.

Falando de maneira mais simples possível, cada sensor apresenta prós e contras e cada um foi feito para ser utilizado em determinadas situações, basicamente é:

 

Câmera CMOS:

Baixo custo de produção, em alguns casos o CMOS custa 1/4 de fabricação de um CCD;

Consumo baixo de energia;

Baixa sensibilidade à luz Infravermelha;

Mais sujeita a interferências e vibrações.

 

Câmera CCD:

Alto custo de produção;

Alto consumo de energia em comparação ao CCD;

Alta sensibilidade à Luz infravermelha;

Maior resolução e menor variação de cores.

 

A câmera de ré CCD é melhor? Na minha opinião sim. Por ser utilizado sempre do lado externo e sob condições de luz diversas, câmeras com este tipo de sensor são mais recomendados que os do tipo CMOS, a imagem sofre menos variação de cores e não ficam “embaçados”. Quando o assunto é a noite, câmeras CMOS tentes a ter um efeito de “nuvem” ao redor da imagem, além do embaçamento característico.

Mas o sensor não é o único item que devemos levar em consideração, não esqueça de comparar a resolução. Quanto maior melhor (em teoria).

 

Um vídeo fácil e útil é este abaixo:

 

2
Deixe um comentário

Faça o Login para comentar
  Inscrição  
Notificação
Jorge Viana
Visitante
Jorge Viana

Olá Reinaldo,
Estou com dificuldade para encontrar câmera de ré com sensor de imagem CCD na internet. Você poderia me dar alguma indicação de marca ou loja onde encontrar?
Grato,