28.1 C
São Bernardo do Campo
terça-feira 23 abril 2024 18:54:48
InícioCuriosidadesO que muda com a TV 3.0

O que muda com a TV 3.0

Especificações técnicas da TV 3.0 que será adotada no Brasil em breve

Ontem a noite, assistindo um telejornal, fiquei sabendo que o Brasil esta desenvolvendo a TV 3.0. Mesmo achando um exagero pesquisei sobre a nova tecnologia e as suas especificações.

Como as especificações da TV 3.0 ainda estão em desenvolvimento, o Ministério das Comunicações do Brasil definiu algumas diretrizes que as tecnologias para a nova televisão devem seguir:

Vídeo:

Publicidadepublicidade
  • Resolução mínima de 4K (3840 x 2160 pixels), com suporte para 8K (7680 x 4320 pixels) e resoluções superiores no futuro.
  • Alto Contraste Dinâmico (HDR) para maior realismo e profundidade de imagem.
  • Wide Color Gamut (WCG) para uma gama de cores mais ampla e precisa.
  • Taxa de atualização de quadros de pelo menos 60 Hz, com suporte para 120 Hz ou superior para melhor fluidez de movimento.

Áudio:

  • Áudio imersivo 3D, como Dolby Atmos ou DTS:X, para uma experiência de som mais envolvente.
  • Suporte para múltiplos canais de áudio.

Interatividade:

  • Integração com a internet para acesso a conteúdos sob demanda, aplicativos e serviços interativos.
  • Possibilidade de interação com a programação em tempo real, como votações e compras.

Outras características:

  • Transmissão em IP (Internet Protocol) para melhor qualidade de imagem e som, além de maior flexibilidade na entrega de conteúdo.
  • Acessibilidade para pessoas com deficiência.
  • Segurança e proteção de dados.

Padrões em desenvolvimento:

O Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBTVD) está definindo os padrões técnicos específicos para a TV 3.0. Algumas das tecnologias que estão sendo consideradas incluem:

  • ATSC 3.0, o padrão norte-americano para a próxima geração de televisão digital terrestre.
  • DVB-I, o padrão europeu para a próxima geração de televisão digital terrestre.
  • HbbTV, um padrão híbrido que combina televisão digital terrestre com banda larga.

A TV 3.0 será hibrida?

Durante as minhas pesquisas percebi que a tecnologia será hibrida.

Combinando a transmissão tradicional com a banda larga. Isso significa que você poderá assistir TV 3.0 de duas maneiras:

1. Transmissão terrestre:

  • A recepção será feita através de antenas UHF, como na TV digital tradicional.
  • Essa opção não exige internet, mas pode ter qualidade de imagem e som inferior à banda larga.

2. Transmissão via banda larga:

  • A recepção será feita através da internet, usando um modem ou roteador.
  • Essa opção oferece melhor qualidade de imagem e som, além de recursos interativos e sob demanda.
  • Requer uma conexão de internet banda larga com boa velocidade.

Desafios da TV 3.0 híbrida:

  • Custo: A implementação da TV 3.0 híbrida pode ser cara, tanto para as emissoras quanto para os consumidores.
  • Infraestrutura: A infraestrutura de banda larga no Brasil ainda precisa ser melhorada para garantir que todos os cidadãos possam ter acesso à TV 3.0 híbrida.
  • Desigualdade digital: A TV 3.0 híbrida pode aumentar a desigualdade digital entre as pessoas que têm acesso à internet e as que não têm.

Fonte: SBTVD, RNP, Ministério das Comunicações

Reinaldo Soares
Reinaldo Soareshttps://reiaudio.com.br
Técnico automotivo e eletrônico, Consultor. Mais de 25 anos de experiência no ramo de som e acessórios automotivos. Já restaurei a elétrica de carros antigos, customizei motos mas minha paixão é mesmo eletrônica.
PublicidadePublicidade

Mais Populares

PublicidadePublicidade