23.4 C
São Bernardo do Campo
segunda-feira 17 junho 2024 11:00:17
InícioCuriosidadesLa garantía Soy Yo !!

La garantía Soy Yo !!

Produtos contrabandeados são vendidos no Brasil como se fossem fabricados aqui

Quando nós falamos de produtos contrabandeados logo lembramos do nosso vizinho, o Paraguai, mas eu sempre lembro do vídeo abaixo:

Propaganda antiga da Semp Toshiba

Com uma fronteira pouco fiscalizada e a certeza de impunidade vemos produtos de “marcas” paraguaias invadirem o nosso mercado. Quase sempre o grande atrativo é o preço mas e a garantia, pós venda, suporte técnico, peças de reposição, enfim, todas as garantias que temos quando compramos um produto de uma empresa estabelecida no Brasil fica onde?

Não estamos aqui para julgar a idoneidade das empresas Brasileiras e ou Paraguaias e sim alertar para a grande quantidade de produtos que entram por nossas fronteiras e são vendidos como se fossem fabricados e distribuídos de maneira licita em nosso território nacional e como já expliquei em outro post, identificar o verdadeiro fabricante da central multimídia:

Marcas

Quando entramos em um grande site de vendas online, vemos marcas como Aikon, Booster, Buster (não tem nada a ver com H-Buster), Bak, M1, Midi, Muzik entre outras, apesar do vendedor dar uma certa garantia e aparentemente ser do Brasil todos os produtos comercializados com estas marcas são trazidos, em sua grande maioria, por contrabando. São equipamentos que não seguem a minima exigência da legislação brasileira, manual e fornecimento de peças. Não possuem garantia e seus importadores não podem ser penalizados na forma da lei, pelo simples motivo de estarem em outro país, o Paraguai.

Não que estes produtos não sejam originais, hoje em dia dificilmente existe falsificação destes equipamentos eletrônicos. São todos fabricados na China sob encomenda de seus importadores, alguns possuem a especificação de ser o mais barato possível e sem preocupação com qualidade, outros possuem, como fabricante, grandes empresas que fornecem legalmente para o Brasil, inclusive montadoras.

Ficar aqui falando de impostos, arrecadação será cair no bla bla bla da mesmice, queremos um produto com preço justo então, por que se arriscar e comprar produtos destas marcas sendo que, se houver problemas não terá um pós venda eficiente? A garantia é algo que pouca gente oferece, muitos ofertam mas poucos a respeitam. Tenho exemplos de clientes que compraram produtos onde os vendedores não negaram a garantia mas as despesas de envio ficavam por conta do cliente.

Vale lembrar que, se um cliente de São Paulo for enviar um produto para o nordeste pelo serviço de Sedex não custará menos de R$200,00 (com seguro). Vale a pena? E se ocorrer um outro problema, mais R$200,00? Sem dizer que nunca sabemos o CNPJ e dificilmente conseguimos soluções no âmbito judicial.

E naqueles casos que o defeito é um problema simples? Vai investir esta quantia para resolve-lo ou acabará no prejuízo?

Conclusão

Tudo isso é complicado e delicado. Todos querem economizar mas vamos avaliar realmente se o beneficio é válido. Eu adoro comprar produtos mais baratos mas sempre coloco na “balança” se compensa arriscar a “dor de cabeça”.

Comprou? Tenha todos os dados do vendedor para que, se necessário, possa entrar com uma ação judicial para resolver o seu problema. Não compre de desconhecidos ou em locais suspeitos, o barato sai caro.

Não esqueça também dos golpes, veja nosso alerta no post abaixo para não receber um tijolo:

Reinaldo Soares
Reinaldo Soareshttps://reiaudio.com.br
Técnico automotivo e eletrônico, Consultor. Mais de 25 anos de experiência no ramo de som e acessórios automotivos. Já restaurei a elétrica de carros antigos, customizei motos mas minha paixão é mesmo eletrônica.
PublicidadePublicidade

Mais Populares

PublicidadePublicidade