plataforma s100

Quando um técnico escolhe trabalhar com uma marca ou modelo de um produto ele deve estuda-la. Algumas marcas não são comercializadas oficialmente no Brasil e isso dificulta a vida do profissional pela ausência de documentação técnica.

A estabilidade do equipamento é ponto fundamental para que os consertos tenham sucesso e garantia.

Por muitos anos trabalhei com a plataforma S100, encontrei problemas e trouxe peças da China.. fiz um estoque considerável de componentes, só que infelizmente tenho percebido um aumento no retorno destes equipamentos.

Quando a Reiaudio conserta um aparelho temos uma expectativa que o defeito não volte, ou pelo menos tenha uma sobrevida maior que o item original. Por exemplo, se o defeito da central foi no processador, sua troca tem que garantir o funcionamento por, pelo menos, (um) 1 ano.

Porém isso não vem ocorrendo, alguns problemas voltaram em 7 meses.. as vezes menos.. 3 meses. E mesmo eu atendendo as garantias (e algumas fora) ficamos chateados pelos transtornos causados aos clientes, pois ficam sem o aparelho por um bom tempo.

O que muitos não entendem, é que o Técnico não projetou o aparelho, apenas trocamos o componente defeituoso.

Por experiência, quando vemos que o aparelho possui componentes que no futuro apresentarão defeitos, instruímos o consumidor a troca-los para minimizar as chances de problemas, mas mesmo assim a plataforma S100 insistia em retornar.

Mais problemático é quando vamos consertar um defeito e ocorrem outros em bancada além daqueles indicados pelo consumidor.

Grande parte dos modelos desta plataforma já sofreram intervenções de outros técnicos e isso impactava na qualidade do serviço.

Poderíamos reduzir o prazo de garantia mas isso não seria justo com os nossos clientes pois sabemos (hoje) que ela vai apresentar defeito logo após expirar a garantia legal (3 meses).

Devido a isso resolvemos parar de trabalhar com as centrais baseadas na plataforma S100 e S150 (android 2.3).

Desta mesma forma instruímos os clientes a trocar seus equipamentos pois se fizéssemos os consertos, eles não seriam garantia de um bom funcionamento, tendo em vista que esse produto possui sérios vícios de engenharia.

Lembrando que isso só ocorre com a plataforma S100 e S150, continuamos a trabalhar, por exemplo, com a plataforma S60 e S90, possuem um hardware muito mais confiável e estável.

Inscrição
Notificação
2 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários