O intuito deste post é advertir os proprietários de carros sobre os problemas que uma simples bateria descarregada pode causar, aliás, mais diretamente relacionado à transferência de energia (chupeta).

Algumas vezes na assistência técnica, chega em nossas mãos aparelhos com defeitos característicos e facilmente identificados, as centrais não ligam ou possuem funcionamento anormal ou até mesmo apresentam cheiro de queimado. Uma breve entrevista com o proprietário descobrimos o motivo, “chupeta” de bateria.

 

O que é “Chupeta” de bateria?

“Chupeta” é o nome popular para transferência de energia utilizando cabo, a sua função é, fornecer energia de uma bateria a outra (normalmente descarregada) para que o veículo dê partida.

Até aqui não há problemas, fazer isso é normal e ao contrário do que muitos pensam não traz riscos aos veículos, mas o perigo começa quando as pessoas envolvidas não se atentam à alguns detalhes.

O problema mais comum é a inversão de polaridade.

Como todos sabem ou deveriam saber, toda bateria automotiva apresenta uma polaridade que deve ser respeitada. No momento que sua bateria descarrega e você chama o vizinho ou um amigo para ajudar, muitos não se atentam e ao utilizar o cabo de “chupeta” invertem a polaridade, resultando em danos permanentes em equipamentos eletrônicos do carro.

Os problemas são, desde um fusível queimado até o dano de componentes internos dos circuitos eletrônicos envolvidos.

Na foto abaixo temos uma placa de uma central multimídia com trilha rompida e componentes danificados por inversão de polaridade.

Componente literalmente pegou fogo [Clique para Ampliar]
Uma outra placa com dano na parte inferior [Clique para Ampliar]
Por questões de custos de fabricação, os equipamentos chineses de baixa qualidade não apresentam proteções que preveem a inversão de polaridade.

Estes problemas afetam outros equipamentos eletrônicos do carro, como módulos de injeção eletrônica, sistemas de travamento, subida de vidros elétricos e teto solar (eletrônico).

 

Como evitar danos ao Carro durante a transferência de energia?

Por todos estes motivos eu recomendo, vai fazer uma transferência de energia? Observe atentamente os polos, confira, para que não haja problemas futuros, o ideal é utilizar equipamentos destinados a este fim, como exemplo o equipamento abaixo:

Auxiliar de Partida

O custo de um auxiliar de partida gira em torno de R$300,00, mais barato do que qualquer módulo eletrônico do seu carro, possui proteções contra inversão de polaridade e qualquer um pode usar.
Muitos condomínios compram este dispositivo, faça o pedido ao seu sindico que o custo será baixíssimo.

 

Como fazer “chupeta” de bateria de maneira segura?

Eu sempre recomendo fazer da seguinte forma:

Ligue o Carro que fornecerá energia;

No carro SEM bateria, remova o fusível da central multimídia, está no manual do carro e é o mesmo do rádio;

Conecte o cabo adequado, mas COM MUITA ATENÇÃO A POLARIDADE;

NÃO tente dar partida no carro SEM bateria, deixe 1 ou 2 minutos com o cabo conectado, aguarde;

Remova o cabo e tente dar partida no carro SEM bateria, se não funcionar faça novamente o procedimento, mas aguarde um tempo maior;

 

Fazendo desta forma, você está apenas carregando a bateria descarregada, não estará forçando o circuito e evitando variações de tensão.

Outra dica, acelere levemente o carro que estiver carregando a bateria, algo próximo de 1500rpm já é o suficiente.

5.0
04

1
Deixe um comentário

Faça o Login para comentar
  Inscrição  
Notificação
Peres
Visitante
Peres

Parabéns pela matéria, acabou de acontecer isso com o carro que estou comprando!
Sei que fizeram chupeta e parou de funcionar a mídia e o som.
O carro esta na assistência da concessiona, vamos aguardar para saber qual o problema.