militec quatro rodas

O Portal Quatro Rodas publicou nota oficial sobre o caso envolvendo o produto Militec, segue:

“O Tribunal de Justiça do Paraná concedeu um pedido de tutela antecipada provisória em caráter antecedente determinando a suspensão da reportagem “‘Militec-1’ pode ser corrosivo para o motor e não tinha registro na ANP publicada por QUATRO RODAS em 14/08/2020.

A liminar foi concedida pela juíza Beatriz Fruet de Moraes, da comarca da região metropolitana de Curitiba, no sábado (15). A liminar suspende a veiculação da matéria até o julgamento final do processo

O pedido foi feito pela Militec Brasil Importação e Comércio Ltda., representante do produto Militec-1 no Brasil.

A Abril está avaliando as medidas que tomará.”

No fim, o que não entendo é como uma empresa que confia na qualidade do seu produto usar o poder judiciário para barrar uma reportagem, se há testes e laudos bastava apresenta-los.

Abaixo segue um vídeo do jornalista Boris Feldman sobre aditivos

Inscrição
Notificação
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários